• Até 7 dias para devolver a compra
  • Em até 5x sem juros no cartão
0
Seu carrinho está vazio
Apicultura

Quais Flores as Abelhas Jataí Gostam

Publicado em 28.12.2021 |
4.524 visualizações
Imagem padrão


QUAIS FLORES AS ABELHAS JATAÍ GOSTAM


Se você conhece abelhas sem ferrão, já ouviu falar da abelha Jataí. Entre as Meliponíneas, ela é uma das favoritas para se começar uma produção. Mesmo com um instinto de adaptação tão forte, as pessoas ainda ficam na dúvida sobre quais flores as abelhas Jataí gostam.

Essa espécie de abelha sem ferrão nativa se adaptou tão bem aos cenários modernos que é encontrada em diferentes partes do Brasil, em busca de recursos naturais para sua sobrevivência. Essa busca também significa que seu mel traz um registro de onde as pequenas passaram: o solo, o clima, as flores e o que mais elas vivenciaram na região. 

É isso que faz o sabor singular do mel produzido por cada abelha nativa. É como uma plantação de uvas para o vinho, ou mesmo café: o sabor final é influenciado pelo ambiente em que ele é criado. Enquanto as abelhas Jataí possuem o mel com sabor adocicado, as abelhas uruçu cinza e amarelo tem tons de amêndoas, com mais acidez.

Imagem padrão



IMPORTÂNCIA DO AMBIENTE PARA ABELHAS


Principalmente na região sudeste e na mata atlântica, as abelhas sem ferrão têm um papel importante na manutenção do meio ambiente como conhecemos hoje. Elas são fundamentais como agentes polinizadores de vários tipos de plantas.

Mas o desmatamento não respeita isso. Vemos as taxas de destruição aumentarem todos os anos, o que significa uma ruptura de comunidades de animais e a quebra dessa troca entre as abelhas e a natureza. Isso coloca em perigo não só o sistema natural, mas a própria sobrevivência da espécie.

As abelhas sem ferrão estão intimamente conectadas com o ambiente. Mesmo em locais mais urbanos, e com todo o seu poder de adaptação, é na natureza que ela encontra seu alimento nos recursos florais. São nas árvores e alojamentos escondidos pela mata que ela cria seus ninhos. A importância das abelhas para o ambiente, e do ambiente para as abelhas é tão grande, que mudanças estruturais na região podem ser vistas justamente nessas construções. 

Esse laço não termina aqui. A presença de diversidade entre abelhas locais estimula a produtividade no campo. Em um estudo, foi visto que diversas abelhas ajudaram a melhorar a produção de morango, não só na qualidade da fruta, mas no seu tempo de prateleira. A abelha que apresentou melhor resultados foi justamente a Jataí. Sua facilidade de manejo novamente a favoreceu em um ambiente fechado de cultivo. 

O uso indiscriminado de agrotóxicos pode acabar com esse laço. Especialistas apontam que é preciso controle e consciência no uso, pois se a vegetação adequada não sobreviver ao controle de pragas, então as abelhas também não irão. 

Elas precisam se alimentar. Para isso, é preciso que o ambiente tenha uma diversidade de flores e vegetais.

Imagem padrão


FLORES


A produção funciona da seguinte forma: as abelhas colhem o néctar nas flores, processam seu açúcar, e armazenam nas colmeias. Esse processamento do açúcar é feito com enzimas da própria abelha e a ajuda da fermentação de microorganismos benéficos. O mel das abelhas Jataís fica armazenado em potes, feitos com resinas das plantas da região.

Dessa forma, cada detalhe é um pequeno agente formador da composição do produto. 

O tipo de resina, o tempo que o mel fica armazenado, as flores da região, o clima que ela mantém: tudo isso cria um corpo específico de sabores. 


A lista de flores preferidas das abelhas Jataís não tem fim. Você pode adicionar nomes conforme seus próprios testes, ou conforme a época. Elas geralmente têm meses de florescimento próximos, pois dividem o mesmo clima, e são facilmente encontradas na natureza, em maioria na região sudeste, onde a abelha é encontrada em maior quantidade.

Exemplos de flores que a abelha Jataí gosta, conforme seus meses de florada:

Janeiro, Fevereiro e Março

Alfinete
Babosa-de-flor-rosa
Cóleos – vários
Coreópse
Cambará-roxo
Coroa-de-cristo
Funcho
Jasmim-estrela
Manjericão

Abril, Maio e Junho

Astrapéia
Azaléia-lilás
Bico-de- papagaio
Dália – várias
Manjericão
Chocalho
Eupatório-roxo

Julho, Agosto e Setembro

Arruda
Azaléia-rosa
Bico-de- papagaio
Cravo-do-campo
Pitanga
Guaco-liso

Outubro, Novembro e Dezembro

Cravo-do-campo
Coroa-de-cristo
Funcho
Jasmim-estrela
Laranjeiras, limoeiros, tangerinas
Manjericão
Sabugueiro
Tipuana

As flores também influenciam na retirada do mel. É importante lembrar que as abelhas se alimentam desse mel. Por isso não se pode tirar todos os potes de uma vez, com o risco de matar as abelhas. A primavera é um exemplo de época ideal para retirada, pois estimula a florada rica em néctar. Uma opção também é tirar pequenas quantidades durante o ano, apenas para degustação, sem prejudicar o andamento das colméias. 

Faça seus testes, acompanhe sua produção e se divirta com as abelhas mais simpáticas da vizinhança.

Cookies
X

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você aceita nossa Política de Privacidade.