• Até 7 dias para devolver a compra
  • Em até 5x sem juros no cartão
0
Seu carrinho está vazio :(

Entenda de Uma Vez Por Todas Porque o Pelo do Seu Cachorro Cai e Como Evitar

Publicado em 28.12.2021 |
374 visualizações
Imagem padrão

ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS PORQUE O PELO DO SEU CACHORRO CAI E COMO EVITAR


Um problema muito comum na vida dos donos de cachorro, seja qual raça for, é a quantidade de pelos que ficam para trás no final do dia. Estamos falando daqueles fios que escapam por todos os lados, se prendem no sofá, entram nos teclados de trabalho, aparecem na meia limpa e andam como feno  de campo meio da cozinha. Afinal, por que os cachorros soltam tanto pelos e como acabar com isso de uma vez por todas?

Todos os donos de cachorro já se perguntaram isso. Para começar, saiba que você não tem como fugir desses pequenos intrusos: o pelo vai cair. É natural. Na verdade, é um processo parecido com o nosso, chamado de ciclo folicular. Como nossos cabelos, a pelagem dos cachorros cresce, “repousa” e, depois, cai.

Vamos tirar algumas dúvidas.

Imagem padrão

É normal mesmo o pelo cair?

Sim, é normal. O pelo do seu cachorro vai cair conforme o ciclo folicular e as mudanças externas. Por isso que a queda de pelos é normal em épocas sazonais e vai acontecer durante toda a vida do seu pet. Aliás, são essas quedas que ajudam o cachorro a combater as diferenças de temperatura no verão e no inverno, por exemplo. 

Ainda que o ciclo folicular seja o mesmo para todos os cachorros, a velocidade que ele acontece muda conforme o estilo de pelo. Por isso é mais fácil ver essa mudança em algumas raças, como Labradores e São Bernardos. 

E não se engane: as raças de pelos curtos são justamente as que soltam mais pelo, pois tem um ciclo menor. Pelos mais curtos, ciclos curto, pelos longos, ciclos longos.

Imagem padrão


Todos os pelos devem ser cuidados da mesma forma?

Você já viu que não. Até porque, os pelos variam muito conforme a própria história da raça. Temos pelos longos, curtos, rentes, soltos e até mesmo pelagens duplas. Alguns cachorros ainda tem mais de uma textura de pelo no corpo, com pelos diferentes na pata, na cola ou perto das orelhas. 

Essas características foram muito importantes durante a evolução e sobrevivência das raças, até mesmo por questões culturais. Hoje, porém, isso significa que cada pelagem precisa de uma atenção própria.

O que todas elas têm em comum é uma lista de cuidados básicos:

Alimentação saudável e balanceada com os nutrientes que seu cachorro precisa.
O uso de produtos feitos para pets, seja shampoo, hidratante ou talco.
Cuidado contínuo com a saúde do animal: visitas regulares ao veterinário e um ambiente longe de fungos e parasitas.

Imagem padrão


Os pelos só devem cair em épocas sazonais?


A principal causa da queda de pelos é o ciclo deles e as trocas de estação, mas outras causas naturais também podem entrar nessa lista. É comum ver queda de pelos em cachorros mais velhos e fêmeas no cio, por exemplo.

Se o seu cachorro também passou por algum estresse recente, como mudança ou a chegada de um novo morador de quatro patas na casa, também é normal aumentar a queda de pelos.

Imagem padrão


Mas está caindo muito pelo, isso é natural?

Se a perda de pelo do seu cachorro não estiver ligada com nenhum dos fatores, é hora de prestar atenção nos sinais. Para ter certeza que não é uma mudança sazonal comum, verifique se a queda tem um volume muito grande, constante por muitos meses ou se acontece de maneira disforme no corpo (buracos, partes diferentes, etc).

A pelagem é um dos primeiros indicativos de que algo pode estar errado com seu pet. Nesse caso, os problemas de saúde mais típicos são:

Alergia ou micose. A perda de pelo é concentrada em um lugar, com muita coceira, que leva a um comportamento obsessivo, como lamber o local por muito tempo. 
Variações hormonais. A perda de peso aqui acompanha outros sintomas, como apatia e mudanças no peso. 
Medicamentos. Se o seu cachorro faz uso de medicamentos com frequência, a queda de pelo pode ser um dos efeitos. 
Ração. Mesmo a melhor das rações pode estar em desequilíbrio com o organismo do seu pet. Prefira opções premium e super premium, e faça uma mudança de teste.

Em todos esses casos, o indicado é procurar o veterinário do seu cachorro e seguir os encaminhamentos devidos. Esses quadros podem evoluir, ou ainda serem sintomas de outros problemas maiores, como alergias alimentares, atopia canina, infestação de ectoparasitas (pulgas e carrapatos), entre outros.

Imagem padrão


É possível prevenir a queda de pelos?

Se você consultou o veterinário, ou percebeu que a queda de pelos não está conectada com problemas de saúde, existem alguns passos simples para diminuir seu volume. 

1- Use os shampoos indicados para seu pet. Nada daquela pedra de sabão antiga, isso não vai ajudar.
2- Se a raça do seu cachorro permitir, tose ele com frequência, em um intervalo de 15 se possível. 
3- Escove o pelo do seu cachorro com os materiais adequados.

Esses são os passos mais básicos que você pode fazer para cuidar do seu cão. Coloque-os na sua rotina e acabe com as intermináveis faxinas de final de semana, com pelos por todos os lados.

Lembre-se: alimentação, rotina e, porque todos os animais são feitos para aproveitar a vida, mais tempo ao ar livre. Essa é a receita imbatível de uma vida saudável para seu pet. 

Arkuero e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.