• Até 7 dias para devolver a compra
  • Em até 5x sem juros no cartão
0
Seu carrinho está vazio :(

Primeiros Passos: O Que Você Precisa Saber Antes De Sair De Casa Com Seu Cachorro

Publicado em 28.12.2021 |
2 visualizações
Imagem padrão


PRIMEIROS PASSOS: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE SAIR DE CASA COM SEU CACHORRO


Chegou o momento de apresentar seu amigo peludo para o mundo. E não estamos falando das visitas surpresas ao veterinário. Está na hora da verdadeira aventura começar: os passeios. Antes de deixar aquelas patas caninas e animadas irem para fora, confira tudo que você precisa saber antes de sair de casa. 

Não precisa esconder: você estava tão ansioso por esse momento quanto seu cachorro. Os passeios são uma das horas favoritas para aproveitar com seu pet, tanto para sua diversão quanto para a saúde dele. Cachorros gostam de conhecer novos ambientes, e as saídas ajudam no seu psicológico e manutenção de estresse.

Antes de começar os passeios, verifique se o seu cachorro está devidamente vacinado. Se ele for filhote, é preciso esperar a idade certa justamente por isso. Ele precisa ter os anticorpos antes de brincar com os outros cachorros que encontrar no caminho.

Além da tabela de vacinas em dia, o kit básico para você preparar antes de sair de casa contém apenas três regras:

1ª REGRA: A GUIA PRECISA ESTAR CERTA
A guia é seu principal instrumento e vai te ajudar a prevenir diversos acidentes. Para escolher a coleira ideal, pense no tamanho do seu cachorro, na força e na animação da raça.

Você não quer uma guia que sufoque seu amigo. As coleiras de peitoral são as mais indicadas, mas se não for possível, encontre uma opção que seja confortável para você e para ele. 

Não esqueça das leis do seu estado! Alguns estados do Brasil exigem o uso da focinheira para determinadas raças. Geralmente entram nessa lista: Pit Bull, Rotweiller, Dobermann, American Stafforshire Terrier e algumas variações dessas famílias. 

Esse é um item que pode parecer exagerado, mas é muito importante para manter a segurança do seu pet e dos outros animais que estiverem pela rua.

2ª REGRA: PETISCO NO BOLSO
Nada convence um cachorro a mudar o caminho quanto seu petisco favorito. Mantenha algumas comidinhas no bolso e não tenha medo de usar. Elas servem tanto como um reforço positivo para ajustar o comportamento do cão, quanto uma forma de atrair a atenção dele quando for necessário.

3ª REGRA: NÃO SEJA A PESSOA QUE DEIXA SUJEIRA PELO CHÃO
A regra mais fácil de decorar: leve sacos plásticos. Seu cachorro pode ser o tipo tímido que for, mas você precisa estar preparado para acidentes de percurso. Caso ele queira visitar a moita durante o caminho, você evita sujar o ambiente e se tornar a pessoa que ninguém quer por perto: o dono de cachorro que deixa cocô no meio do caminho. 

___________________

Esses três passos são o guia mais básico que você vai encontrar sobre preparação para passeios caninos. Com ele embaixo dos braços, agora entra a segunda fase dessa missão: a personalidade do seu cachorro.

Algumas raças são naturalmente sociáveis e ativas. Labradores, Border Collies e até mesmo os Bulldog Franceses, gostam de colocar o focinho na rua e cheirar o máximo possível de pessoas e outros amigos peludos. Outros cachorros são mais tímidos. Eles preferem ficar em casa, têm preguiça ou até medo de caminhar fora do ambiente que conhecem. 

Para antecipar a experiência do seu cachorro durante o passeio, se prepare em casa.

Imagem padrão


COMO SE PREPARAR PARA O PASSEIO


Todo mundo precisa de um teste antes de começar um desafio. O seu cachorro tem o direito de não entender como funciona esse esquema de coleira, guia, puxão para cá, assobios para lá. Se ele for filhote, então, essa experiência é ainda mais marcante.

Comece os passeios dentro de casa. Coloque a guia no seu cão e dê pequenas voltas pelo ambiente. Utilize o petisco para estimular e capturar a atenção dele. Isso vai tornar o uso da coleira uma ação natural, evitando o medo exagerado e a animação descontrolada.

Faça questão de usar a guia da maneira mais correta possível: não deixe ela balançar com muito espaço, mantenha seus braços de apoio junto ao corpo, e o cachorro sempre próximo à sua perna. Teste algumas vozes de comando: peça para ele sentar, andar ao seu lado, parar. 

Transforme a experiência em uma brincadeira, use os petiscos como reforço positivo e aproveite para conferir se a guia dará conta do recado quando for colocada à prova. 

Imagem padrão


HORA DE CONHECER O MUNDO


Você seguiu todos os passos e o dia chegou. Seu cachorro treinou tanto em casa que nem está tão ansioso, certo? Na verdade, isso é quase impossível. Entenda que seu animal sempre vai ficar animado em explorar ambientes novos. Ele tem os sentidos mais fortes que os nossos e tudo é um estímulo novo e redobrado.

Acidentes acontecem.

Se ele puxar muito a guia ou querer ditar o caminho, pratique o que vocês treinaram em casa. Ou, teste novas táticas, como mudar o caminho cada vez que o cachorro tentar lhe guiar para outro lugar. Até vocês se acostumarem com os passeios, a dica é manter os trajetos curtos. Evite horários tumultuados ou ruas com muitos cachorros por perto

Com todos os cuidados tomados e seu kit na mão, agora é a hora de você aproveitar essa aventura também. Aproveite o tempo com seu amigo canino - e leve água!

Arkuero e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.