• Até 7 dias para devolver a compra
  • Em até 5x sem juros no cartão
0
Seu carrinho está vazio

Os Temperos Favoritos dos Brasileiros

Publicado em 28.12.2021 |
48 visualizações
Imagem padrão


OS TEMPEROS FAVORITOS DOS BRASILEIROS


A cozinha brasileira é reconhecida em qualquer lugar. Vamos muito além da famosa feijoada: de Norte à Sul, os pratos típicos se enfileiram em nostálgicas lembranças de família, com panelas no fogo e o cheiro da comida pela casa. O que faz a diferença é um ingrediente que todos reconhecem: tempero. Se você quer trazer mais vida para suas receitas, conheça os temperos favoritos dos brasileiros. 

Para começar, a culinária brasileira é um espelho de suas tradições culturais. Somos uma mistura. O gosto do prato traz lembranças de diferentes histórias, com pimenta, ervas frescas, raízes fortes e cores vibrantes.

Como reunir tanto sabor de uma forma prática? Vamos começar pelo básico: o que você pode ter em casa.

Imagem padrão


Principais temperos brasileiros para plantar em casa


Os temperos de prateleira de supermercado costumam ser suficientes até um certo ponto. Quando você começou a cozinhar, iniciou também uma nova fase de percepções. Ficou claro que o sal não salva toda comida e que processados e embutidos não são saudáveis. 

Você começa a pensar no primeiro passo da cozinha de verdade: ervas frescas.

Ervas frescas são o ingrediente que compõe uma comida com gosto de casa. Nenhum prato é igual. Você tem mais liberdade de sabores, aprende a trabalhar com o tempo de cozimento e, para os níveis mais investidos, começa a cultivar sua própria horta em casa.

Ervas frescas são um caminho sem volta, e essas são as preferidas dos brasileiros:

CEBOLINHA
Sabor fresco, um pouco picante, e fácil de cultivar. É perfeita para finalizar o prato e entregar o ponto a mais de sabor que você busca. Vai bem com patês, omeletes, saladas, vinagretes, ou batatas.

SALSINHA
Com a cebolinha, se torna o coringa da cozinha: cheiro-verde. Em vez de apostar na versão desidratada do saquinho, você pode ter seu próprio vaso de salsinha em casa e utilizar a folha fresca em todos os preparos. Essa é uma planta que gosta do seu próprio espaço, mas muito resistente e fácil de cultivar. Na comida, acompanha bem a cebolinha, além de ser uma opção interessante em preparo de carnes, saladas e conservas. 

MANJERICÃO
Manjericão, o rei dos molhos, está presente em todas as listas culinárias. Manter seu pé de manjericão é uma tarefa fácil e com muitos lados positivos. Você pode utilizá-lo em molhos, pestos, saladas e pratos com sabores fortes, como lagostas e peixes. 

E para plantar? Fácil também. Deixe um espaço reservado apenas para ele, cuide da água e do sol, e esteja atento para cortar todas as flores que aparecerem. Assim seu pé de manjericão continuará crescendo com força. 

ORÉGANO
O orégano se tornou um dos ingredientes especiais da cozinha dos brasileiros. Acostumados em encontrar ele em seus pratos favoritos, como pizzas ou lasanhas, as pessoas começaram a testar seu uso em variações de massa, queijo e até carnes.

Para abandonar o orégano seco, separe um espaço para o plantio dessa erva em casa sem muito sol. Ele não gosta de luz intensa e precisa de água todo o dia. Por ser mais delicado, pode demorar a crescer com força, mas você vai encontrar o jeito.

Imagem padrão


DICA EXTRA: ALHO


Ao lado das ervas frescas, o alho é ingrediente obrigatório nos pratos brasileiros. Ele compõe o trio de ouro da nação, ao lado do azeite e da cebola. E para ficar ainda melhor, você pode cultivá-lo em casa.

Se você tem mais espaço e até uma certa desenvoltura com a jardinagem, essa é uma tarefa simples. Separe uma cabeça de alho e deixe a parte inferior dela umedecida com um copo de água. Naturalmente, ele vai criar raízes para buscar mais água, e é nessa fase que você vai plantá-lo na terra. 

Escolha um vaso grande, ou sua própria horta no terreno, e plante as raízes com até 5 cm de profundidade. Para que o alho cresça, é ideal um solo úmido e bastante acesso ao sol. Mas não exagere: nada de encharcar a água. O tempo para a colheita pode levar até 30 semanas.


Com essas dicas, você vai impressionar quem você deseja, ou dar ainda mais um passo nas aventuras culinárias da sua cozinha.

Cookies
X

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você aceita nossa Política de Privacidade.